Os gatos e a literatura

A ligação entre gatos e literatura sempre foi indispensável para mim (e o leitor deste blog percebe imediatamente tal fato), então é um motivo de evidente prazer quando encontro outras pessoas constatando essa proximidade. Quando a reflexão vem de alguém tão querido e admirável como a escritora Ana Miranda, aí eu fico – não há outra palavra – embevecida!

Hoje o amigo Silvestre me enviou uma crônica da Ana que saiu no Correio Braziliense. Com a delicadeza que lhe é típica, a autora comenta sobre o universo felino, sua convivência com esses animais e a aura de arte que eles têm. Fala ainda sobre Filó, a gata-cúmplice de seus textos atuais (e motivadora deste seu, recente). Lembra a maravilhosa Lygia, gatófila confessa, e até menciona a minha turma de ga(ro)tos, deixando-me superorgulhosa!

Quem quiser conferir o texto pode clicar abaixo, para aumentá-lo. E, na imagem, pode conhecer Filó, que em 2007 posou para uma foto que fiz na casa de Ana, em Aquiraz.

"Gatos literários", crônica de Ana Miranda para o Correio Braziliense de hoje.

“Gatos literários”, crônica de Ana Miranda para o Correio Braziliense de hoje.

Ana Miranda e a gata Filó

Ana Miranda e a gata Filó

Um pensamento sobre “Os gatos e a literatura

  1. Duas gatas literárias: Ana Miranda e Tércia Montenegro. Duas gatólogas que admiro, curto, sigo e rastreio pelo meu GPS literário. A vida só é boa porque a gente encontra gente assim. E livros e crônicas e belezas e bichanas assim…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s