Photos e Fotos

Nada melhor para esta manhã de sábado chuvoso do que uma exposição de fotografias. Eu estava devendo essa visita ao Sobrado José Lourenço há uns tempos e fui, muito apressada, crente de que hoje era o último dia da mostra. Entretanto, me avisaram de que houve prorrogação até abril – sorte dos leitores deste blog que ainda não passaram por lá: terão tempo para ver muitas imagens incríveis!

A sala do térreo abriga a mostra “Fotografia peruana hoje”, com vários artistas extremamente jovens e talentosos. É o caso de Musuk Nolte (nascido no México, em 1988, mas naturalizado peruano). Ele fotografou os Shawis, que habitam a província do alto Amazonas, “a dois dias de qualquer cidade do estado de Loreto por via fluvial”. Leio que os seus xamãs são os mais respeitados das lendas amazônicas – e me impressiono com a textura dos rostos, a pele virando paisagem de grãos e sombra… xamanismo, por sua vez, do próprio artista com sua câmera!

Musuk Nolte

Maravilhosa também é a série “Vertigem”, de Gihan Tubbeh (Peru, 1984), que celebra um olhar míope, fora de foco e veloz, como riscos nervosos numa página. O seu cão e as suas palmeiras são primorosos nesse sentido; são feitos de diagonais, como se a fotógrafa registrasse o vento.

Gihan Tubbeh

Dentre os jovens cearenses expostos no primeiro andar, destaco as fotos de Thaís Mesquita Gadelha, com seus interiores “assombrados” que me lembraram as composições da Woodman. Também o registro de George Sampaio, para o projeto “Macondo é aqui”, foi inesquecível: o cão sobre a mesa, o corpo submerso, o jantar à luz do candeeiro, as rosas dentro do mangue – tudo intriga e cativa pelo mistério. A poética de Marcos Pardana, em “Reflexos”, parece admitir que tudo o que se esfumaça é belo – e Davi Pinheiro, em “Us do Horto”, ensaio sobre os romeiros, me trouxe à mente a estética do Tiago Santana.

No terceiro andar do Sobrado, estavam alguns cearenses famosos: Gentil Barreira, Celso Oliveira, Fernando Jorge, Rubens Venâncio, Igor de Melo, Chico Albuquerque… Minha visita se encerrou com satisfação – sobretudo, após a experiência de ontem ter conferido a mostra World Press Photo 14, na Caixa Cultural. À parte algumas fotos realmente belas, voltadas para o tema do esporte e da natureza, quase todas as outras me pareceram apelativas de um conteúdo já previsto: imagens chocantes de crimes, pessoas deformadas etc. Claro que a seleção pode muito bem prever um traço de horror em suas classificações de imagem – mas não dá para perdoar a fórmula de retratar albinos cegos, por exemplo, que fez Brent Stirton levar um primeiro lugar agora quando, em 2013, Anna Bedynska já tinha feito o mesmo, e de maneira muito mais sensível (vejam, a esse respeito, minha postagem de 29/08/3013). A repetição é a morte em matéria de arte! Óbvio que às vezes o público não conhece as influências, os diálogos, então tudo parece novo e interessante. Para mim, o que de fato chamou a atenção nesse Photo World Press foi o trabalho de Elena Chernyshva, sobre a cidade de Norisk, no norte da Rússia.

Elena Chernyshova

A violência paralisante desse gelo destruidor me comoveu: a imagem é de uma carga humanista muito maior do que qualquer fotojornalismo de chacina que, ao ostentar o sangue como seu trunfo, esquece que a arte ultrapassa o documento e a denúncia. Eis porque, nestas duas mostras fotográficas, a qualidade da foto – peruana e cearense – ultrapassa bastante a da photo, internacional e badalada.

Um pensamento sobre “Photos e Fotos

  1. Vim agradecer por citar meu nome e falar do meu trabalho de uma forma tao carinhosa. Feliz por demais de ter meu trabalho reconhecido. Muitíssimo obrigada. Um beijo

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s