Mestre Nato no MABE

Minha recente visita ao MABE não trouxe grandes encantamentos pelo local em si (o Palácio é bonito e suntuoso, as peças de mobília e os quadros são interessantes – mas não me arrebatei. A coluna em art-nouveau no Mercado das Carnes teve, ao contrário, um efeito hipnótico sobre mim… mas isso é assunto para outra postagem). O ponto alto do museu esteve na primeira sala, antes da imponente escadaria. Ali havia a mostra de peças do Mestre Nato, artista paraense falecido no ano passado. Suas obras, que fazem experiências com figurinos e esculturas, transitam entre erotismo e religiosidade, revelando, sem dúvida, um estilo bastante autoral – resultado de todo um caminho biográfico e estético. Os detalhes da vida e da produção de Mestre Nato podem ser visitados no Memorial que está sendo organizado em seu antigo ateliê, sob os cuidados de seu sobrinho, Alexandre. Tive o privilégio de também conhecer o local e algumas peças inéditas – mas as fotografias abaixo são apenas de três obras que estavam no MABE:

DSC_0089DSC_0092O casamento entre texto e bordado, que se vê em alguns estandartes de Mestre Nato, faz a gente pensar nas obras do Leonilson (muito mais talvez do que no Bispo do Rosário)… Fiquei com uma vontade imensa de ler um ensaio que aproximasse esses artistas! Alguém se habilita? O tema está disponível!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s