Le chemin de Simenon

Já se acaba o meu curto de período de folga em Liège; logo amanhã tenho encontro com minha orientadora, para dar início à pesquisa em semiótica da fotografia. Hoje eu precisava ao menos dar um passeio de “reconhecimento da cidade” – e escolhi, claro, fazer uma literatrilha sob os passos de Georges Simenon. O percurso, indicado pela Maison du Tourisme, oferece um audioguia que vai comentando os locais fixados no mapa, a começar pela praça Saint Lambert, onde os pais de Georges se conheceram, e onde o próprio teria comprado seu primeiro cachimbo… A narração tem um tom de comicidade, porque é feita da perspectiva do personagem Maigret, que volta e meia se queixa – do número de histórias que seu criador deixou (que o fazem ficar perdido), do fato de que ele é menos lembrado do que Simenon, que também teria se inspirado na própria fisionomia para compor seu protagonista (além disso inventado sem infância etc etc). Houve momentos em que parei, aos risos, no meio de uma calçada, com o audioguia pressionado na orelha. Mas na maior parte do tempo fiquei emocionada – por ver a escola em que o “petit Sim” se alfabetizou – e, depois, a escola onde ele fez seus estudos primários… além das casas em que ele nasceu  (que hoje traz uma grande placa com seu nome) e aquela onde viveu antes de se mudar para a França. O cenário mais impressionante, porém, foi a igreja que dá título ao romance Le pendu de Saint-Pholien. Saber que o fato real ali ocorrido foi um gatilho para a inspiração de Simenon me fez comprar, poucas horas depois, o respectivo livro (é sempre interessante observar como a ficção depende – e se liberta – da realidade). Na mesma compra, levei também uma biografia do Man Ray e textos do Sebastião Salgado: sinal do meu caminho fotográfico nos próximos meses. Mas agora, no hotel, com um bordeaux respirando do meu lado, é o velho Simenon quem ainda vai me acompanhar… À votre santé!

école

escola em que Simenon se alfabetizou

escola primária em que S. estudo

escola primária em que S. estudou

casa em que o autor nasceu

casa em que o autor nasceu

casa em que morou antes de ir a Paris

casa em que morou antes de ir a Paris

Église de Saint-Pholien

Église de Saint-Pholien

Livros e vinho, para cette fin de journée!

Livros e vinho, para cette fin de journée!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s