Para poder não ser mãe

Porque ainda existe, sim, um pessoal de mente estreita que acha que a mulher só se realiza “completamente” (seja lá o que isso for) através da maternidade. Aos que sacam rótulos para definir as opções contrárias, recomendo a leitura do artigo cujo link segue abaixo. No fundo, esse tema ultrapassa questões de gênero e se baseia no simples respeito (ou na ausência deste) em relação às escolhas e estilo de vida de alguém.

Orna Donath, no El País, dá palavras ao que eu sempre quis dizer.

http://brasil.elpais.com/brasil/2016/10/27/estilo/1477586348_982538.html?id_externo_rsoc=Fb_BR_CM

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s